Junho registra aumento na procura por galpões e condomínios logísticos e industriais



O resgate na confiança do mercado, impulsionado pelo aumento consumo online, registrado no primeiro trimestre de 2021 e projeção maior do PIB, de acordo com boletim Focus, aumentou em 162,96% a procura por galpões e condomínios logísticos e industrias, comparado ao mês anterior.


Os números divulgados pela Retha no relatório de mercado referente ao mês de junho de 2021, demonstrou que, 18,18% dos segmentos das empresas que mais procuraram galpões e condomínios de logísticas e industriais pertencem ao setor de logística. Outro segmento de atuação que ganhou notoriedade, no relatório apresentado pela Retha, foi das empresas de energia solar, com 4,54% das buscas.


Galpões com metragem de pequeno a médio porte permaneceram em alta também no mês de junho, os mais solicitados aos corretores da Retha foram de 3.000m² com 11,36% da procura, seguidos por 10.000m², 500m² e 250m² cada um com 9,09% das buscas.


Leia também:


As regiões mais desejadas por clientes da Retha foram de Barueri/Alphaville com 22,72%, seguido pela região central da capital paulista com 13,63% e as regiões de Caieiras, Osasco, Cotia e Embu com 6,81% das buscas cada.


De acordo com a SiiLa Brasil, a região de Barueri possui sua maior concentração de ocupação com os setores de transporte e logística com 32,13%, seguido do varejo com 21,70% e tecnologia da informação com 5,87% da ocupação na região.


A capital paulista, tem a maior ocupação em setores de transporte e logística com 45,35%, acompanhado do varejo com 25,01% e alimentos, bebidas e fumo com 10,62%. Assim como em São Paulo, de acordo com a SiiLa Brasil, a região de Embu, possui maiores ocupações nos segmentos de transporte e logística 26,96%, varejo com 23,04% e alimentos, bebidas e fumo com 10,62%.


Segundo a plataforma CRE Tools, da Buildings, a região de Barueri, no primeiro trimestre de 2021, era composta por 58 condomínios industrias e logísticos, com estoque total de 1.420.292,04m² com taxa de vacância de 13,11% e absorção liquida de 94.387,62m².


Já a capital do estado de São Paulo, possui 21 condomínios industriais e logísticos com estoque total de 745.948,19m² com taxa de vacância de 4,64% e absorção liquida de 27.668,74m².


Ainda de acordo com a plataforma CRE Tools, a região de Cotia é representada por 17 condomínios industriais e logísticos, sendo 457.908,55m² de estoque total, com 12,25% de taxa de vacância e absorção líquida de -166,90m².


Para acompanhar notícias e informações relacionadas ao mercado de galpões e condomínios logísticos acompanhe as redes sociais @rethaimoveis ou acesse o site www.retha.com.br

36 visualizações0 comentário